Governo e Alerj tentam adaptar pacote de medidas de austeridade para que o Rio se adeque ao novo RRF

Acordo entre a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e o governador Cláudio Castro pode permitir o avanço do pacote de austeridade, exigido pelo Regime de Recuperação Fiscal (RRF), que será apresentado à Casa ainda nesta semana. A data, entretanto, não foi confirmada pelo gabinete do governador.


Um dos principais entraves para a tramitação do texto seria o fim do triênio dos servidores estaduais. A expectativa é de que o governador apresente a mensagem sugerindo o fim do sistema de progressão a todo funcionalismo, mas a Assembleia Legislativa vai derrubar a parte que trata dos atuais servidores. Neste caso, o fim do abono somente iria valer para os novos concursados.


A expectativa é de que com a aprovação, o estado tenha um alívio de caixa de R$ 40,2 bilhões que vai de 2022 até 2032, quando acaba o regime.

Fonte: Extra




7 visualizações0 comentário