RJ: Em Manguinhos 6 pessoas morreram durante confronto com a polícia


Seis pessoas morreram e duas foram presas em flagrante durante confronto entre policiais e criminosos na região de Manguinhos, na zona norte do Rio. De acordo com a Polícia Civil, uma equipe do Esquadrão Antibombas foi atacada na Avenida Dom Helder Câmara. Policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais também foram ao local para apoio.


O governador Claudio Castro afirmou em uma postagem nas redes sociais que a Polícia apreendeu grande quantidade de drogas, além de armas, munições e explosivos na favela de Manguinhos e que não vai tolerar ataques contra quem defende a população.


Em entrevista ao Jornal Voz das Comunidades, a mãe de um dos mortos na operação, que tinha 25 anos, afirmou que o que aconteceu foi uma chacina.

A direção da UPA Manguinhos informou que cinco pessoas baleadas deram entrada na unidade durante a manhã e que todas foram a óbito. E que uma Clínica da Família da região precisou interromper o funcionamento pela manhã por causa do tiroteio.


Também a Supervia, concessionária que administra o serviço de trens, fechou temporariamente a estação Manguinhos, que foi reaberta no início da tarde.

De acordo com a Polícia Militar, equipes reforçam o policiamento nas imediações da Comunidade de Manguinhos e nas principais vias da região.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo