Projeto de privatização dos Correios prevê exclusividade de 5 anos para serviços

O projeto de lei que permite a privatização dos Correios, teve a inclusão no seu texto, de um trecho que prevê a estabilidade de 18 meses para funcionários da estatal após a venda da empresa.


A votação da proposta está marcada para esta quinta-feira na Câmara. Além dessa medida, o texto, que ainda não foi apresentado oficialmente, estabelece as diretrizes para um Programa de Demissão Voluntária (PDV). Os funcionários que desejarem poderão pedir demissão após 180 dias da privatização.


Com isso, ele teria direito à manutenção de plano de saúde por um ano, mesmo período em que receberia uma indenização. O funcionário também poderia passar por um programa de requalificação para se preparar para o mercado de trabalho.

Fonte: Extra




3 visualizações0 comentário