• 95NEWS

João de Deus é condenado em mais um processo por crime sexual

A justiça de Goiás condenou o médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, a 2 anos e seis meses de prisão por violação sexual mediante fraude. As penas impostas ao médium já ultrapassam 64 anos de reclusão.


O processo analisado dessa vez envolvia 10 vítimas, mas a justiça rejeitou a acusação em relação a nove, e o processo seguiu com apenas uma. João de Deus responde a mais de uma dezena de ações ainda não sentenciadas e já foi condenado por estupro, violação sexual mediante fraude, estupro de vulnerável e porte ilegal de armas. O líder religioso nega as acusações de abuso sexual.


O médium ficou preso entre dezembro de 2018 e março do ano passado no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, mas passou para o regime domiciliar por pertencer ao grupo de risco da Covid-19.

Fonte: JB




5 visualizações0 comentário