• 95NEWS

EXCLUSIVO Pesquisa da Comissão de Trabalho da Alerj aponta desemprego baseado em desigualdade no Rio

Desde o início da pandemia no Brasil, muito tem se falado sobre o cenário de desemprego ao qual os cidadãos estão submetidos, mas pouco se questiona quem são esses brasileiros desocupados. Um levantamento da Comissão de Trabalho Legislação Social e Seguridade Social da Alerj, mostrou que, atualmente, homens tinham uma média de ocupação 19,7% maior do que as mulheres, antes da pandemia. Após a covid-19, esse indicativo passou a ser de 23,9%.


Quando se trata de recuperação, o Rio é um dos municípios com pior resultado de geração de empregos, com uma perda de 95.445 postos de trabalho. De janeiro a março deste ano, a capital fluminense atingiu um saldo positivo de 6.300 novos postos de trabalho, mas ainda ocupa o 72º lugar entre os 92 municípios do estado em postos de trabalho.

Fonte: O Dia




4 visualizações0 comentário