Brasil poderia ter sido primeiro do mundo a vacinar, afirma Dimas Covas à CPI

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse em depoimento à CPI da Covid, no Senado, que o Brasil poderia ter sido o primeiro país a vacinar contra o coronavírus. Covas afirmou que a primeira oferta de vacina ao Ministério da Saúde foi feita em julho do ano passado.


O diretor do Butantan acrescentou que um atraso de três meses para assinar o contrato impediu a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac até este mês de maio.

Dimas Covas apontou, ainda, que atritos com a China afetam a obtenção de insumos. A produção da CoronaVac chegou a parar e foi retomada nesta quinta-feira (27).

Fonte: JB





9 visualizações0 comentário