Aumento de IOF atinge empréstimos, rotativo do cartão e cheque especial

O aumento temporário do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que amplia a alíquota de IOF cobrada sobre operações de crédito de pessoas físicas e jurídicas passa a valer à partir desta segunda-feira (20) e vai até 31 de dezembro deste ano.

A intenção, de acordo com o governo, é levantar recursos para financiar neste ano o Auxílio Brasil —versão ampliada do Bolsa Família—, além de pesquisas ligadas à Fiocruz.


Para a pessoa física, o aumento cairá sobre o cheque especial, o crédito pessoal e o financiamento de veículos. Para as pessoas jurídicas, afeta o capital de giro e a antecipação de recebíveis. O cartão de crédito também sofre cobrança de IOF, mas apenas quando a pessoa atrasa a fatura e cai no crédito rotativo.

Fonte: CNN Brasil




3 visualizações0 comentário